segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

PORQUE JOÃO, O BATISTA, PERDEU A CABEÇA?


PORQUE JOÃO, O BATISTA, PERDEU A CABEÇA?



Por Pr. José Sérgio Ackel

João, o Batista, filho de Zacarias e Izabel, primo de Jesus. Nascido em uma família piedosa e temente a Deus, cujo pai (Zacarias) servia no Templo em Jerusalém. Seu nascimento foi miraculoso, pois sua mãe era estéril, e ambos (Zacarias e Izabel) já eram bem idosos João, o Batista, cumpriu uma profecia do livro de Isaias (40:3) que diz: “Voz do que clama no deserto: Preparai o caminho do SENHOR; endireitai no ermo vereda a nosso Deus.”. Sua mensagem era para que as pessoas se arrependessem dos pecados praticados porque estava próximo o reino de DEUS e o Seu juízo sobre os pecados cometidos. Sua mensagem levava o povo ao arrependimento e a certeza da promessa de perdão e restauração. A confissão dos pecados, feita pelo povo, bem como o arrependimento e o perdão eram demonstrados publicamente pelo batismo no rio Jordão. João, o Batista, foi o responsável pela pregação do advento do Messias, descrevendo-o como o “Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo” (João 1:29). João pregava com base na Palavra de Deus, fazendo com que todos pudessem enxergar o pecado praticado com base no que “estava escrito”. Foi assim com o rei Herodes Antipas, conforme Marcos 6:18 – “Pois João dizia a Herodes: Não te é lícito possuir a mulher de teu irmão.”, porque Herodias havia casado com seu tio Herodes Filipe, e o deixou para ir viver com Herodes Antipas. Por isto, Herodias queria matá-lo, mas não podia, até que por ocasião da festa de aniversário de Herodes, ela fez com Salomé dançasse para ele, conseguindo a recompensa prometida que foi “Quero que imediatamente me dês num prato a cabeça de João o Batista” (Mc 6:24-25). João, o Batista, por causa do zelo pela Palavra de Deus foi decapitado. Em primeiro lugar Deus diz em Levitico 18:24 “A nudez da mulher de teu irmão não descobrirás”, e em segundo lugar a união de um homem e uma mulher só é desfeita pela morte conforme Romanos 7:2-3 – “Porque a mulher que está sujeita ao marido, enquanto ele viver, está-lhe ligada pela lei; mas, morto o marido, está livre da lei do marido. De sorte que, vivendo o marido será chamada adúltera se for de outro marido; mas morto o marido, livre está da lei, e assim não será adúltera, se for de outro marido.” E cumpre explicar que Herodes não era judeu, mas sim idumeu, e nem estava sujeito a lei do Levirato. João, o Batista, distante 1.500 anos depois da lei, a fazia prevalecer sobre os homens. Muitas pessoas acreditam que podem mudar a “Palavra de Deus”, o ”Que Está Escrito” para viverem segundo os seus desejos. Dizem: “Não faz mal que ele (a) separou-se do marido (esposa), pois é uma pessoa maravilhosa, boníssima, merece ser feliz.” LEDO ENGANO, DE DEUS (SUA PALAVRA) NÃO SE ZOMBA. João, o Batista, perdeu a cabeça, morreu, mas está no Paraíso. Foi zeloso e fiel á Palavra. Mas, e quanto a Herodes Antipas, Herodias, Salomé, e todos aqueles que não deram crédito á Palavra de Deus, aonde será que estão neste momento?  Com certeza no Hades, e em grande tormento.
E QUANTO A VOCÊ ?  QUANTO DE VALOR DA Á PALAVRA DE DEUS?
“A VERDADE DAS ESCRITURAS DESTRÓI A ESPECULAÇÃO” R C SPROUL

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Nos deixe seu comentário.

Postar um comentário